Wikia Super Saga do Fim do Mundo TMJ
Advertisement
Wikia Super Saga do Fim do Mundo TMJ

Quem sou eu? Eu sou a voz dos insetos. O chamado do vazio. Eu sou o seu medo da escuridão. Eu sou o escultor de pesadelos. O término da inocência. A decepção de cada sonho destruído. O crepúsculo da existência. O fim inevitável de todas as coisas! Eu sou o Cavalo Branco da Decadência!

—Capitão Feio revelando sua identidade em "A Torre Inversa".

Capitão Feio é um dos antagonistas da Super Saga do Fim do Mundo. Quando criança, houve um deslizamento de terra em sua casa. Para não morrer, ele fez um pacto com os insetos, que, em breve, iriam cobrar o favor, fazendo com que ele se tornasse o Cavalo Branco da Decadência.

Personalidade[]

Capitão Feio é mostrado como mau, frio e cruel, sendo o maior inimigo da Turma da Mônica na infância.[1] Seu único objetivo é poluir o mundo, apodrecer o solo e cobrir a atmosfera com uma fumaça negra, para preparar o mundo para a volta da Serpente. Porém, ele só ficou assim depois que adquiriu seus poderes.[2]

Antigamente, Capitão Feio era uma pessoa boa. Desde criança, ele era fanático por gibis, sendo um grande fã do Capitão Pitoco, querendo ser um herói como ele. Ele tem um grande amor por seu sobrinho, Cascão, chegando a ter seus poderes, apenas para que eles não fossem transferidos para Cascão. Isso faz com que Cascão o considere o maior herói de todos.[2]

Aparência[]

Capitão Feio é um homem alto, de pele clara e musculoso. Ele é quase careca, (ele tinha cabelo castanho-ruivo e liso) tendo apenas alguns fios de cabelos, assim como alguns fios de barba. Tem sombrancelhas grossas e pretas, olhos castanhos e nariz pontudo. Assim como seu sobrinho, ele tem marcas de sujeiras em suas bochechas. Seu uniforme consiste em uma camisa roxa, com um grande "F" no centro, uma calça preta e uma longa capa marrom.

Quando o pacto que fez com os insetos começou a sugar sua vida, Capitão Feio envelheceu, ficando muito magro. Seu nariz ficou de uma forma diferente, além de ter ficado cheio de rugas. Várias bolhas apareceram em sua bolha, que, segundo ele, haviam insetos dentro de cada uma delas. Seu corpo era coberto de ataduras.[2][3]

História[]

Passado[]

Quando criança, Capitão Feio foi para o porão de sua casa, para ler gibis. Enquanto estava no porão, por causa de uma chuva, houve um deslizamento de terra que soterrou sua casa. Ele ficou assustado, com medo de morrer ali. De repente, uma centopeia apareceu, dizendo que seu mestre tinha uma oferta para ele, perguntando se ele queria viver. Capitão Feio responde que não quer morrer ali. Então, o corpo dele começou a ficar coberto de insetos, que iriam impedir que ele morresse, a mando da Centopeia, que disse que iria cobrar o favor um dia.[2][4]

Duas semanas depois, uma equipe de resgate encontrou-o e o transferiu para a Casa de Asclépio. Lá, ele começou a ser cuidado por uma enfermeira, que tinha um grande carinho por ele. Ele começou a ser atormentado por Agnes e Bóris, que viviam dizendo que ele nunca poderia ser um herói, apelidando-o de "Capitão Feio". Após a morte dos pais de Agnes, os adultos abandonaram o orfanato, deixando ele e Agnes sozinhos lá. Ele tentou consolá-la, mas ela o culpou pela morte de seus pais, afirmando que ele não podia tocá-la, pois passaria doenças. Ele foi adotado pela enfermeira que cuidava dele, ganhando um irmão adotivo, Antenor.[2]

Capitão Feio recebendo seus poderes, assim, se tornando malvado.

Anos depois, ele conseguiu uma casa própria, onde guardava vários gibis, tantos que ele mal conseguia andar em sua própria casa. Ele amava muito seu sobrinho, Cascão, passava muito tempo com ele, ensinando-a a montar brinquedos de sucata, a soltar pipa, a jogar pião e muitos outros. Enquanto lia alguns gibis em sua casa, uma estante caiu encima dele. A centopeia, que lhe salvou na infância, reaparece para cobrar a dívida. A centopeia diz que seu mestre iria conceder poderes inimagináveis a ele, onde ele se tornaria o Cavalo da Decadência. Ela diz a ele que sua missão era poluir a Terra, apodrecer o solo, alterar a atmosfera e cobrir o céu com uma fumaça negra que não deixaria os raios do sol atingirem a face do planeta, deixando o planeta semelhante ao Planeta Tumba. Ele afirma que não quer fazer mal a ninguém. Porém, quando ameaçam tornar Cascão o Cavalo da Decadência, ele aceita a proposta e se torna o Capitão Feio.[2]

A partir disso, ele teve várias tentativas falhadas para cumprir sua missão, que eram impedidas pela Turma da Mônica. Anos depois, ele foi capturado pela DINÂMICA. Porém, o pacto que ele fez com os insetos começou a sugar sua vida, então ele começou a envelhecer depressa e perdeu sua memória e seus poderes de sujeira. A DINÂMICA contactou-se com o Dr. Roberto Stavros, que aceitou cuidar do Capitão Feio pelo dinheiro que a DINÂMICA oferecia, para poder ajudar o hospital. Ele foi levado ao Hospital Lazaro de Betânia , a antiga Casa de Asclépio, onde foi apelidado por Stavros como Senhor Samir.[2]

1ª Temporada[]

Sombras do Passado[]

Capitão Feio é mencionado por Cebola nesta saga, onde ele afirma que o Capitão Feio era o maior inimigo deles na infância.

2ª Temporada[]

A Torre Inversa[]

Capitão Feio curando o cérebro de Penha.

No hospital, Capitão Feio começou a receber instruções dos insetos para ir acordar Penha de seu coma. Ele entra no quarto dela e toca em seu rosto, curando seus danos neurológicos, afirmando que aquela era a hora e a manda levantar. O Dr. Stavros, Denise e Sofia encontram-o no quarto, o doutor pergunta o que ele estava fazendo ali. Confuso, ele diz que não queria e que foi uma vontade das vozes. O doutor pergunta o porquê dele tirado as ataduras, ele responde que tinha algo dentro de suas bolhas. A enfermeira o leva para seu caso e aplica um sedativo nele. Algum tempo depois, Capitão Feio descobre o motivo de tudo e grita o nome de Penha, se desculpando com ela, sendo segurado pelas enfermeiras. Ele ataca as enfermeiras e diz à Penha que as vozes que ele escutava eram dos insetos, afirmando que haviam insetos em sua pele. A enfermeira aplica outro sedativo, descontrolando ainda mais o Capitão Feio, que ataca Stavros e arranha o rosto de Mônica, que tentou segurá-lo. Após momentos de confusão, ele cai desmaiado no chão, morrendo em seguida.

O corpo dele é levado ao necrotério, que ganha grande atenção do legista, que afirma que parecia que ele havia morrido há muito tempo, pois seu corpo estava em um grande estágio de decomposição. Os insetos começam a invadir a sala e cortam a energia. A mesma centopeia que apareceu para o Capitão Feio na infância aparece e o manda acordar e ele acorda. Ao reviver, ele diz que finalmente sabia de tudo e de sua missão, mandando os insetos se espalharem pelos cantos do planeta. Ele segura o legista e a enfermeira pelo pescoço e diz que irá moldar sua carne como a lenda do homem que veio do barro, modificando o corpo deles. Após isso, ele encontra com Mônica por seu caminho e a ataca, transformando suas pernas em uma cauda de lesma. A turma vai ao encontro de Mônica, que, confusa, pergunta o que havia acontecido, quando finalmente o Capitão Feio aparece. Ele se irrita após Denise o chamar de Sr. Samir, após ele dizer várias vezes que esse não era seu nome, Cascão pergunta qual era seu nome. Ele começa a se transformar em uma espécie de centopeia gigante, enquanto se auto-proclama o Cavalo Branco da Decadência.

Capitão Feio sendo atacado por Sofia.

Ele diz que ali começava o Império das Moscas, o início de uma nova era, de obediência, ordem, que a era dos humanos acabou e o mundo seguiria apenas sua voz. Ele explica que não queria nada com Mônica e que apenas eliminou a maior ameaça, pois achava que, sem a força da Mônica, eles não eram nada. Ele diz que quer a "francesinha", afirmando que ela não é comum e que sabia o que ela era. Sofia segura seu braço e diz que Mônica não é a única forte da turma, se apresentando e dá um soco nele, o acertando em uma coluna, fazendo com que seu corpo divida em dois. Ele ri e transforma seu corpo em uma forma de barata, explicando sua habilidade de moldar sua corne, ordenando que eles entreguem Penha. Devido a Mônica estar mal, ele oferece uma troca: Penha pela cura de Mônica. Cascão influencia todos a não permitirem, lembrando que Madame Creuzodete disse que o inimigo de hoje poderia ser o maior aliado de hoje, associando-o à Penha, dizendo que era a única que podia derrotá-lo. Capitão Feio comenta sobre o olhar de depressão de Penha e ele arranca seus olhos, para não ser manipulado por ele e vários insetos começam a sair de sua boca. Denise bate no Capitão Feio com um extintor, dizendo que era necessário atacá-lo, então, Sofia atira uma cadeira de rodas que esmaga sua cabeça, mas não o mata.

Mais tarde, ele, ainda em forma de barata, ataca o Zelador, que matava baratas no hospital, dizendo que ele era muito valente enfrentando insetos indefesos, querendo ver como se saía contra alguém de seu tamanho, sendo desconhecido o que ele fez. Algum tempo depois, com seu corpo reconstituído, ele confronta Cascão, Magali e Dr. Stavros e diz a eles que o tempo não existe, sendo apenas uma invenção do homem para fingir que tem controle sobre sua vida, passando a mão nas paredes em volta deles, apodrecendo as paredes e fazendo com que o chão debaixo deles caísse e consequentemente caiu nos agentes da DINÂMICA. Após a Turma sair do local, ele vai até os agentes desmaiado e pega o objeto que estava com eles: o Octaedro das Sombras. Ele abre um buraco até o necrotério, onde Venerusa e Necrotauro haviam selecionados três almas ruins, as quais ele absorve no octaedro. Quando Dr. Stavros tenta fugir com a Turma pelo necrotério, eles descobrem que o local estava barrado e que Capitão Feio ali estava, Ele demonstra irritação quando o chamam de Sr. Samir, Cascão pergunta quem ele é e ele responde com uma pergunta, se seu querido sobrinho não o reconhecia, revelando ser quem era.

Habilidades[]

Capitão Feio tem a capacidade de soltar raios de sujeira, que são capazes, além de sujar, de deteriorar as coisas. Com seus poderes, ele é capaz de apodrecer o solo e de cobrir toda a atmosfera com uma fumaça negra, sendo esta a sua missão original.[2] Outra habilidade sua é a capacidade de voar.

Antes, Capitão Feio era capaz de deteriorar, apodrecer, decompor as coisas apenas com a sua presença, como é o caso da Casa de Asclépio e o próprio hospital. Porém, após Cascão curá-lo, ele perdeu este poder.[2]

Modificação da Carne[]

Um de seus poderes mais notáveis era a sua capacidade de modificar a carne dos outros, inclusive, a sua própria carne. Basicamente, ele molda a carne de alguém para a forma que ele quiser. Usou isso em Mônica, Venerusa, Necrotauro e Joana. Usou isso em si mesmo, transformando-se em uma espécie de centopeia e em uma barata.[3][4]

Ele é capaz de curar quem ele modificou a carne com apenas um toque, como mencionado por ele. Após Cascão curá-lo, ele perdeu este poder.[4][2]

Curiosidades[]

  • Seu tipo sanguíneo é "AB", como visto em sua ficha no hospital.
  • Originalmente, Capitão Feio seria o "Cavalo da Peste", o nome dado ao cavalo no qual foi baseado. Porém, devido ao grande surto do zika vírus no Brasil na época, a MSP pediu que Emerson mudasse o nome do cavalo para não ser insensível com as vítimas. Assim, Emerson mudou para "Cavalo da Decadência".
  • A ideia de apelidá-lo como "Sr. Samir" em seu estado velho foi a uma brincadeira de Emerson, que respondeu a um fã que o cavalo da peste (decadência) seria o Sr. Samir, que acabou se tornando uma informação muito compartilhada pelos fãs. Por isso, ele decidiu apelidá-lo de Sr. Samir para confundir os leitores.[5]
  • ele já foi o terceiro cavalo do apocalipse a se revelar,após Penha (da guerra) e a Jumenta Voadora (personagem),o próximo cavalo, da fome, se reverala apenas em 2018, de acordo com emerson abreu

Referências[]

  1. Sombras do Passado, Parte 1
  2. 2,0 2,1 2,2 2,3 2,4 2,5 2,6 2,7 2,8 2,9 A Torre Inversa, Parte 3
  3. 3,0 3,1 A Torre Inversa
  4. 4,0 4,1 4,2 A Torre Inversa, Parte 2
  5. https://www.facebook.com/emersonabreu.msp/photos/a.438528316320526.1073741834.437807076392650/597159467124076/?type=3&theater