Wikia Super Saga do Fim do Mundo TMJ
Advertisement


O Planeta Tumba era um planeta localizado no Universo Inferior que fez sua primeira aparição em "Herdeiros da Terra: Conclusão". O planeta era um tipo de prisão onde a Serpente e o Povo das Sombras estavam. Devido à traduções errôneas, o planeta havia sido chamado de Planeta Tomba.

História[]

Num passado distante, após serem expulsos do planeta Terra, a Serpente e o Povo das Sombras foram aprisionados no planeta Tumba por algo ou alguém. A Serpente, em especial, foi colocada no último de nove círculos de um grande abismo, onde ela pacientemente esperaria se libertar e reconquistar a Terra em um evento profetizado como o Fim do Mundo. Por algum motivo, o planeta se tornou o destino final para as almas ruins, conduzidas pela Mulher do Barco após morrerem. Por conta disso, o lugar ficou conhecido como o Inferno entre as populações da Terra.

Durante muitos séculos, o Povo das Sombras, conhecidos como Tombianos por conta de uma tradução errônea que chamava o planeta de Tomba, passou a se infiltrar em muitas civilizações no universo comum, incluindo comunidades antigas na Terra. Como eram metamorfos, eles se disfarçavam e marcavam planetas conquistados por eles com o selo da Serpente. No século XVI, eles conseguiram, pela primeira vez, criar um rio de Sombra Líquida fora de Tumba.

Nos eventos de Herdeiros da Terra, um trio de Engenheiros acabou abduzindo uma humana chamada Rosinha, que havia sido infectada com a Sombra Líquida e passou a se transmutar em uma Tombiana. Eles trouxeram ela para o planeta na intenção de que os outros humanos, sendo eles a Turma, os seguissem e se encontrassem com Shub-Sogoth, o administrador do Quadrivium.

Ao descobrirem a fraqueza dos Tombianos, Franja e o Astronauta criaram um grande ventilador com o campo de força de sua nave e afastaram as nuvens negras que cobriam o planeta, permitindo que a luz do sol tocasse a superfície, desintegrando o Povo das Sombras e fazendo os rios de Sombra Líquida pegarem fogo, culminando na explosão de Tumba. De acordo com o Cascão Feio possuído pelo Octaedro das Sombras, a destruição do planeta era o plano da Serpente desde o início ao abduzir a Rosinha, libertando ela mesma e todos os espíritos malignos contidos lá.

Localização[]

O Planeta Tumba está localizado no Universo Inferior, um nível mais subterrâneo da realidade logo "abaixo" do universo comum. Para adentrar nesta dimensão, uma nave tem que realizar uma espiral reversa, sempre a direita e para baixo. Para sair do Universo Inferior, deve-se fazer o contrário, uma espiral comum, sempre a esquerda e para cima. Os efeitos da viagem pode causar náuseas e enjoos na tripulação.

Descrição[]

Topografia[]

O Planeta Tumba é um planeta de tamanho relativamente próximo às dimensões da Terra, como gravidade e tamanho. Visto da órbita, ele parece ser completamente negro, um efeito ótico causado pelas nuvens negras e pesadas que cobrem a atmosfera, impedindo que a luz da estrela alcançasse a superfície. Além disso, apesar da atmosfera ser semelhante a da Terra, ela contém níveis muito maiores de enxofre.

A superfície do planeta é estéril e rochosa, com grandes desfiladeiros de pedras pontiagudas, incluindo rochas flutuantes. Além disso, inúmeros rios de Sombra Líquida percorrem as planícies, com alguns deles desaguando no Abismo. Sobre a superfície também há algumas construções, como pirâmides e monumentos enormes em formato da Runa de IOR.

Abismo[]

O Abismo é um enorme poço na superfície do Planeta Tumba, com milhares de quilômetros de diâmetros e de profundidade desconhecida. De acordo com o Shub-Sogoth, todo o "império" do Povo das Sombras vive dentro do Abismo, o que explicaria a ausência deles na superfície. Alguns rios de Sombra Líquida convergem e caem dentro do Abismo.

O poço é dividido em nove círculos, onde as almas de pessoas ruins são torturadas, provavelmente para se produzir mais Sombra Líquida, e, no nono círculo, a Serpente aguardava o Fim do Mundo.

Quadrivium[]

Flutuando sobre o Abismo, existe uma enorme fortaleza em forma de octaedro chamada de Quadrivium. Ela é administrada por Shub-Sogoth, que diz que ela simplesmente serve como uma sala de recepção, enquanto o resto do Povo das Sombras reside dentro do Abismo.

Habitantes[]

Curiosidades[]

  • A presença de pirâmides semelhantes a do Egito pode ser uma referência a teoria popular de que os alienígenas construíram as pirâmides aqui na Terra.
  • O objetivo do Capitão Feio, o Cavalo da Decadência, era poluir o solo da Terra e deixar a atmosfera com nuvens tão negras que nenhum raio de sol passaria por elas, deixando o planeta semelhante ao Planeta Tumba.
  • Foi revelado que o planeta era uma prisão que mantinha a Serpente e outros espíritos malignos presos e que, após sua destruição, todos eles (incluindo a Serpente) estão livres.
    • Considerando o fato da Dona Morte ter dito que levaria as almas de Berenice e sua filha para o inferno e considerando a aparição da Menina do Lago em "A Torre Inversa" (Parte I) agradecendo à Mônica por tê-la libertado, presume-se que o planeta de fato seja o inferno.
Advertisement